Trombetas – A Bendita Esperança

Série: “As Festas Bíblicas para Israel”.

Texto: Sergio de Souza.

.

Tipologia: Arrebatamento da Igreja

.

Base: Levítico 23:23-25

.

  • A Lua foi criada com o propósito de marcar os tempos e as estações do ano (lunar).

Gênesis 1:14

14 Disse Deus: “Haja luminares no firmamento do céu para separar o dia da noite. Sirvam eles de sinais para marcar estações, dias e anos,

Salmo 104:19

19 Ele fez a lua para marcar estações; o sol sabe quando deve se pôr.

No calendário lunar, a Lua Nova sempre ocorre no primeiro dia do mês. Israel guardava este dia, porque era importante para fixar as datas das festas fixas. Ela, a Lua Nova, era estabelecida por observação pessoal e comunicada através de sonido de trombetas ou por fogueiras acesas nos montes. O sonido das trombetas sacerdotais e os sacrifícios oferecidos no dia da Lua Nova tinham o objetivo de oferecer tributo pessoal ao Senhor e colocar-se diante dele como um memorial.

A Lua nova de Tishri (ou Etamin) – sétimo mês, no calendário gregoriano set-out, por ser a sétima repetição de tempo, tornava-se Shabat e era designada a Festa das Trombetas (SHOFAROT). Após o cativeiro, passou a ser designada de ROSH HASHANÁ (cabeça do Ano, o início do Ano Novo Civil). A Bíblia chama de Trombetas. Sobre os dois calendários (civil e religioso), veja o post “As Festas Bíblicas para Israel – Calendário” (clique aqui).

Êxodo 19:16

16 Ao amanhecer do terceiro dia houve trovões e raios, uma densa nuvem cobriu o monte, e uma trombeta ressoou fortemente. Todos no acampamento tremeram de medo.

Levítico 15:8-10

8 “Contem sete semanas de anos, sete vezes sete anos; essas sete semanas de anos totalizam quarenta e nove anos.
9 Então façam soar a trombeta no décimo dia do sétimo mês; no Dia da Expiação façam soar a trombeta por toda a terra de vocês.
10 Consagrem o quinquagésimo ano e proclamem libertação por toda a terra a todos os seus moradores. Este lhes será um ano de jubileu, quando cada um de vocês voltará para a propriedade da sua família e para o seu próprio clã.

  • No primeiro dia do sétimo mês, Tishri, deveria haver (a) descanso solene – v. 24; (b) memorial com sonido de trombetas (SHOFAROT) – v.24; (c) santa convocação, o trabalho servil era proibido – v. 25. Deveriam apresentar oferta queimada ao Senhor – v. 25.

Levítico 23:23-25

23 Disse o SENHOR a Moisés:
24 “Diga também aos israelitas: No primeiro dia do sétimo mês vocês terão um dia de descanso, uma reunião sagrada, celebrada com toques de trombeta.
25 Não realizem trabalho algum, mas apresentem ao SENHOR uma oferta preparada no fogo”.

  • Características dos toques das trombetas:

Números 10:1-10

1 O SENHOR disse a Moisés:
2 “Faça duas cornetas de prata batida a fim de usá-las para reunir a comunidade e para dar aos acampamentos o sinal para partirem.
3 Quando as duas cornetas tocarem, a comunidade inteira se reunirá diante de você, à entrada da Tenda do Encontro.
4 Se apenas uma tocar, os líderes, chefes dos clãs de Israel, se reunirão diante de você.
5 Quando a corneta der um toque de alerta, as tribos acampadas a leste deverão partir.
6 Ao som do segundo toque, os acampamentos do lado sul partirão. O toque de alerta será o sinal para partir.
7 Para reunir a assembléia, faça soar as cornetas, mas não com o mesmo toque.
8 “Os filhos de Arão, os sacerdotes, tocarão as cornetas. Este é um decreto perpétuo para vocês e para as suas gerações.
9 Quando em sua terra vocês entrarem em guerra contra um adversário que os esteja oprimindo, toquem as cornetas; e o SENHOR, o Deus de vocês, se lembrará de vocês e os libertará dos seus inimigos.
10 Também em seus dias festivos, nas festas fixas e no primeiro dia de cada mês, vocês deverão tocar as cornetas por ocasião dos seus holocaustos e das suas ofertas de comunhão, e elas serão um memorial em favor de vocês perante o seu Deus. Eu sou o SENHOR, o Deus de vocês”.

Tipologia:

O cumprimento tipológico da Festa das Trombetas (SHOFAROT) será no futuro. Esta festa tipifica:

  • Para Israel: o despertar dos eleitos para o arrependimento e conversão nacional.

Mateus 23:37-39

37 “Jerusalém, Jerusalém, você, que mata os profetas e apedreja os que lhe são enviados! Quantas vezes eu quis reunir os seus filhos, como a galinha reúne os seus pintinhos debaixo das suas asas, mas vocês não quiseram.
38 Eis que a casa de vocês ficará deserta.
39 Pois eu lhes digo que vocês não me verão mais, até que digam: ‘Bendito é o que vem em nome do Senhor.

Mateus 24:14-31

14 E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo como testemunho a todas as nações, e então virá o fim.
15 “Assim, quando vocês virem ‘o sacrilégio terrível’, do qual falou o profeta Daniel, no Lugar Santo quem lê, entenda
16 então, os que estiverem na Judeia fujam para os montes.
17 Quem estiver no telhado de sua casa não desça para tirar dela coisa alguma.
18 Quem estiver no campo não volte para pegar seu manto.
19 Como serão terríveis aqueles dias para as grávidas e para as que estiverem amamentando!
20 Orem para que a fuga de vocês não aconteça no inverno nem no sábado.
21 Porque haverá então grande tribulação, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem jamais haverá.
22 Se aqueles dias não fossem abreviados, ninguém sobreviveria; mas, por causa dos eleitos, aqueles dias serão abreviados.
23 Se, então, alguém lhes disser: ‘Vejam, aqui está o Cristo!’ ou: ‘Ali está ele!’, não acreditem.
24 Pois aparecerão falsos cristos e falsos profetas que realizarão grandes sinais e maravilhas para, se possível, enganar até os eleitos.
25 Vejam que eu os avisei antecipadamente.
26 “Assim, se alguém lhes disser: ‘Ele está lá, no deserto!’, não saiam; ou: ‘Ali está ele, dentro da casa!’, não acreditem.
27 Porque assim como o relâmpago sai do Oriente e se mostra no Ocidente, assim será a vinda do Filho do homem.
28 Onde houver um cadáver, aí se ajuntarão os abutres.
29 “Imediatamente após a tribulação daqueles dias “ ‘o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz; as estrelas cairão do céu, e os poderes celestes serão abalados’.
30 “Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem, e todas as nações da terra se lamentarão e verão o Filho do homem vindo nas nuvens do céu com poder e grande glória.
31 E ele enviará os seus anjos com grande som de trombeta, e estes reunirão os seus eleitos dos quatro ventos, de uma a outra extremidade dos céus.

Apocalipse 7:1-8

1 Depois disso vi quatro anjos em pé nos quatro cantos da terra, retendo os quatro ventos, para impedir que qualquer vento soprasse na terra, no mar ou em qualquer árvore.
2 Então vi outro anjo subindo do Oriente, tendo o selo do Deus vivo. Ele bradou em alta voz aos quatro anjos a quem havia sido dado poder para danificar a terra e o mar:
3 “Não danifiquem, nem a terra, nem o mar, nem as árvores, até que selemos as testas dos servos do nosso Deus”.
4 Então ouvi o número dos que foram selados: cento e quarenta e quatro mil, de todas as tribos de Israel.
5 Da tribo de Judá foram selados doze mil, da tribo de Rúben, doze mil, da tribo de Gade, doze mil,
6 da tribo de Aser, doze mil, da tribo de Naftali, doze mil, da tribo de Manassés, doze mil,
7 da tribo de Simeão, doze mil, da tribo de Levi, doze mil, da tribo de Issacar, doze mil,
8 da tribo de Zebulom, doze mil, da tribo de José, doze mil, da tribo de Benjamim, doze mil.

  • Para os gentios, ou as Nações, o início do juízo na Tribulação (Apocalipse 6:1 a 19:21)
  • Para a Igreja, o Arrebatamento.

1 Coríntios 15:50-58

50 Irmãos, eu lhes declaro que carne e sangue não podem herdar o Reino de Deus, nem o que é perecível pode herdar o imperecível.
51 Eis que eu lhes digo um mistério: Nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados,
52 num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta. Pois a trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis e nós seremos transformados.
53 Pois é necessário que aquilo que é corruptível se revista de incorruptibilidade, e aquilo que é mortal, se revista de imortalidade.
54 Quando, porém, o que é corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal, de imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrita: “A morte foi destruída pela vitória”.
55 “Onde está, ó morte, a sua vitória? Onde está, ó morte, o seu aguilhão?”
56 O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a Lei.
57 Mas graças a Deus, que nos dá a vitória por meio de nosso Senhor Jesus Cristo.
58 Portanto, meus amados irmãos, mantenham-se firmes, e que nada os abale. Sejam sempre dedicados à obra do Senhor, pois vocês sabem que, no Senhor, o trabalho de vocês não será inútil.

1 Tessalonicenses 4:13-18

13 Irmãos, não queremos que vocês sejam ignorantes quanto aos que dormem, para que não se entristeçam como os outros que não têm esperança.
14 Se cremos que Jesus morreu e ressurgiu, cremos também que Deus trará, mediante Jesus e com ele, aqueles que nele dormiram.
15 Dizemos a vocês, pela palavra do Senhor, que nós, os que estivermos vivos, os que ficarmos até a vinda do Senhor, certamente não precederemos os que dormem.
16 Pois, dada a ordem, com a voz do arcanjo e o ressoar da trombeta de Deus, o próprio Senhor descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro.
17 Depois nós, os que estivermos vivos seremos arrebatados com eles nas nuvens, para o encontro com o Senhor nos ares. E assim estaremos com o Senhor para sempre.
18 Consolem-se uns aos outros com essas palavras.

Créditos:

As Festas Bíblias para Israel: Missão Brasileira Messiânica (MBM) e Corrêa, D.G.;

Imagem: portalmissaonolar.wordpress

Texto Bíblico: Bíblia NVI.

.

XII

Deixe um comentário


CAPTCHA Image
Play CAPTCHA Audio
Reload Image

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.